segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Dízima periódica do devaneio cíclico *


Eu sou de cismar.
Cismo com tudo.
Cismo com "uns trem"...
Cismo com umas pessoas...
Cismo.
Cismar é projetar o pensamento com fixidez. E vou te falar, eu fixo, viu ?!
Pra piorar,  sou ariana e, quando cismo, o orgulho não me deixa desistir. Aí  já viu: pode (vai) dar merda.
Pior é  quando cismo de raciocinar a cisma. Cismo que pra abstrair preciso dissecar a cisma, numa espécie de cirurgia exploratória. Nunca deu certo. Mas, como é cisma, insisto. E quando a cisma cisma de padecer, já foi tarde. O estrago foi feito.
Por tantas, cismei, então, de tentar a autópsia das finadas cismas. Pra não recair, óbvio. Sou boa legista também não - e isso não foi cisma, conclusão.
Como cismei que cisma é coisa de gente burra, ando cismada em parar de ruminar ideias.
Cismei !
Porque, sabe...
Eu sou de cismar.
Cismo com tudo.
Cismo com "uns trem"...
Cismo com umas pessoas...
Cismo.
Cismar é projetar o pensamento com fixidez. E vou te falar, eu fixo, viu ?!
Pra piorar,  sou ariana e, quando cismo, o orgulho não me deixa desistir. Aí  já viu: pode (vai) dar merda.
Pior é  quando cismo de raciocinar a cisma. Cismo que pra abstrair preciso dissecar a cisma, numa espécie de cirurgia exploratória. Nunca deu certo. Mas, como é cisma, insisto. E quando a cisma cisma de padecer, já foi tarde. O estrago foi feito.
Por tantas, cismei, então, de tentar a autópsia das finadas cismas. Pra não recair, óbvio. Sou boa legista também não - e isso não foi cisma, conclusão.
Como cismei que cisma é coisa de gente burra, ando cismada em parar de ruminar ideias.
Cismei !
Porque, sabe...

 * que se elevado a ele mesmo é igual a infinito

Nenhum comentário: