segunda-feira, 29 de março de 2010

ABC da saudade

Alessandro Reis, o estranho
Bárbara Babeto, a comissária sensível
Charles Mascarenhas, o gente boa
Demerson Luiz, o intelectual utópico
Eveline Monteiro, a bonequinha
Flávia Senem, a louca
Glau Teodósio, a mulher guerreira
Helter Caixeta, o marrento
Inácia Paim, a Marcinha
Jairo Brandão, o bagre
Karem Mastria, a flor
Leandro Gióia, a lembrança
Michael Marques, o irônico
Nanda Matos, a autêntica
Og, o filósofo
Pedro Perini, o professor doutor
Quel Medeiros, a regenerada
Rodrigo César, o neguinho
Sabrina Scholte, a CDF
Thiá Diniz, a esposa
Um anônimo, o amor impossível
Vanessa Lima, a psicóloga
Wander Duarte, o precoce
Xande Melo, o cineasta
Yule, a possibilidade
Zeca, o publicitário

Saudades, meus amigos!

Por Elga Arantes, 2010.

10 comentários:

Marcos Satoru Kawanami disse...

você é uma pessoa sortuda!

Marcelo Mendonça disse...

Saudade endoida a gente, menina!!!

Charles disse...

Ow, QUE DELICIA!!!!!!!!!!
Tinha tempo que eu não entrava no seu blog e hoje resolvi entrar e me deparei com essa declaração de amor: "CHARLES MASCARENHAS, O GENTE BOA"

Me deu uma saudade tão grande agora que eu vou até te ligar, só não sei se vc vai atender.

Elga Aranes, a sem celular

Adoro você.

Charles disse...

Num falei? Não atendeu!!!!!

Elga Arantes, a que nunca atende

Karen disse...

hahahaahahah! Verdade, Charles, ela não usa o bendito celular...
Hoje fui pegar minha bolsa no cabideiro e a chave da sua casa caiu no chão, acho que isso é um sinal!
Amiga do meu coração, que saudades de você.
Você vem algum dia??

amo vc viu.
bjs

Elga Arantes disse...

É... acho que vou ter que começar a moderar os comentários desse barraco, aqui!!!!

Elga Arantes disse...

Ah, flor, vem trazer minha chave, pô! Falta de educação... rsrs...

Bel disse...

De todos .. o Og: o filósofo me deixou intrigada. Achei interessante tanto o codinome quanto a definição.
Um beijo, Adorável.

Bel.

Elga Arantes disse...

Og é o nome verdadeiro, sem abreviação. Filósofo, de formação acadêmica, e por gosto e talento, também. Og, o filósofo, na íntegra!

Celular... é realmente meu tendão de Aquiles... Ainda não formei opinião sobre a ética de não atender as ligações, ou nao atentar, em tempo integral, em ficar com ele a vista e em mãos, ou se retornar é obrigação, educação, ou opção. Há quem consiga me convencer do contrário, sempre que tomo partido...

Fato: amo meus amigos. Sem demagogia, sem exageros, sem negociação sobre o ser da questão!

Daniel Savio disse...

Tem amigos que nos marcam mesmo...

Fique com Deus, menina Elga Arantes.
Um abraço.