segunda-feira, 14 de julho de 2008

Utrajante *


Eu me amo”, mas agora preciso falar.
Sei que posso parecer “Rebelde sem causa”.
Mas, entenda, não é “Ciúme”,
nem que eu acredite que “Todo mundo gosta de mim”.
Além de tudo, bem sabe, torço pelo
Independente Futebol Clube”.
E nunca disse que “Nós vamos invadir sua praia”.
Mas também não precisa ser assim, “Cada um por si”.
É que “Mim quer tocar”, não “Pelado”,
nada tem a ver com “Sexo”.
Sei que às vezes pareço “Giselda”,
mas, no fundo, quero mesmo é ser “Zoraide”.
Será você como "Jesse Go" ?...
...“Ah, se eu fosse homem”, gritaria:
- “Filha da puta” !
Sua ausência é “Inútil"
"Me dá um olá”.
Mais “Nada a declarar”!

* homenagem a quem, na verdade, ainda não deu seu show.

Por Elga Arantes, 2008.

3 comentários:

Charles disse...

Espero que esse show ainda aconteça...

Paty disse...

Oi Elguita,

Vc foi ao show do Ultraje???

Não sabia que gostava. Não combina mto com vc, ne!

Legal demais as analogias. "Poesia" com Ultraje foi surreal, rsrsrs.

Beijos,

Paty

Elga Arantes disse...

Paty,

Adoro Ultraje. A irreverência deles me alegra. São metafóricos, como eu, rs...

Além de tudo sou nostálgica e eles são ícones dos anos 80.

Saudades.