segunda-feira, 28 de julho de 2008

Char "les" brown - o biscate marron


Por falar em tradução ao pé da letra, ou melhor, das letras francesa e inglesa, bizarramente misturadas e traduzidas e, ainda, aproveitando minha total falta de critério para escrever o português, quero te desejar um feliz aniversário, homenageando você em meu divã eletrônico. Você que adora tratamento de choque vai adorar, creio.

Creio também que minha rebeldia para as letras, hoje, é providencial. O inusitado combina muito com você, querido amigo. Claro, algumas coisas em você não são nada surpreendentes como ser o cara que acha que tudo “tá bão demais”, mui amigo de todas as pessoas ao redor, além da interjeição irritantemente recorrente, “demorô!!!”. Amiguinho, preciso, mais uma vez, lembrá-lo que você faz hoje nem tantos, mas também, nem tão poucos aninhos. Para apagar todas as velinhas, haveria até mesmo quem gritasse “demorô!”. E isso não seria uma interjeição, mas uma constatação.

Por outro lado, como a sobriedade nunca fizera mesmo parte do vocabulário mais utilizado para se referir a você (nem no sentido denotativo, nem no figurado), tem a licença da coerência entre Práxis e Poiesis.

Seria injusto - e quem sou eu para falar de justiça ao maior advogado do diabo que já conheci? – deixar de escancarar minha gratidão e alegria em ser sua companheira de shows, botecos, sashimi, viagens, além de amiga para TODAS as horas. Até as seis da manhã no samba da madrugada, quando eu NÃO fui ao samba da madrugada, mas tudo bem. Devo a você, no mínimo, minha formatura no curso que realmente queria e meu preconceito ridículo não me deixava admitir, e algumas dezenas de horas de terapia.

Sua calma me irrita; sua resignação exacerbada me indigna; sua animação infinita me cansa; quando você toca sertanejo no violão (óh, "vida vazia"...) me deixa furiosa! Por outro lado, sua calma me traz o equilíbrio; sua resignação mostra que minha indignação é que é exacerbada e sua animação descansa minha infinda mudança de humor. E quando toca sertanejo no violão me deixa realmente furiosa!! A intenção, afinal, é essa, certo?

Mistura de sentimentos incongruentes e pensamento paradoxal, poderia mesmo ser confundido com Zeca Reis ou Nando Baleiro. Agora que cismou que quer casar, ou não, namorar, ou melhor, casar sem morar junto, ou seria dividir a mesma casa sem obrigações sentimentais, é que não dá para acompanhar seu raciocínio mesmo.

Finalmente, negão, o que desejo mesmo, é que lágrimas só brotem dos seus olhos quando você disputar comigo, e perder, claro, como sempre, quem come mais wasabi sem chorar.

Por Elga Arantes, 2008.

E como a gente sempre tem assunto:

Obs. n°1: Respondendo a sua carente pergunta do outro dia, as fotos estão aí.

Obs.n°2: Eu aí nem era gloss e rímel, ainda...

Obs.n°3: A recomendação para o dia de hoje é não beber demais. E não é por causa da lei seca, porque depois dela a gente só anda de taxi mesmo. É que
"O orifício circular corrugado, localizado na parte ínfero-lombar da região glútea de um indivíduo em alto grau etílico, deixa de estar em consonância com os ditames referentes ao direito individual de propriedade". Tradução: Cú de bêbado não tem dono. (Seu garoto quem ensinou essa prá mim, ironizando meu vocabulário nos textos. Olha que folgado!).

9 comentários:

Karen disse...

Ah!! Mande então um abraço pro seu amigo! Hj a Lelê faria 3 meses...ai ai..preciso parar de contar os dias 28 de cada mês :P

bjs

Karen disse...

Hahaha! Nossa, essa foi demais heim?
Ao mesmo tempo que você estava lá eu estava aqui..rsss

sblogonoff café disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
sblogonoff café disse...

E não é que "no rapidinho dos olhar" eu achei que fosse o Zeca Baleiro?!!!
Parabéns para o cara.
É bonito ver a luz das amizades e quantos sentimentos legais os amigos podem despertar!
Um brinde (não etílico) ao moço!

*****
Estarei em BH na sexta-feira.
Se fosse possível, gostaria de conhecer vocês, sabe, assim de poder ver ao vivo?!!
E dizer que é recíproca a sensação de proximidade inusitada conseguida em blogs!

havem@hotmail.com

Michael disse...

Para esse acho que vale as palavras do Pedro Bial:

Salve Salve big brother

Um grande abraço.

Charles disse...

Que bom!!!!! Adorei isso tudo!!!!!
As vezes me pergunto se mereço as amizades que tenho e logo me vem a resposta: Sim Charles, vc merece todas elas.
Obrigado por fazer parte do meu show e dos shows em que estamos sempre juntos.
Já recebi algumas coisas que me escreveram como uma carta do meu pai quando eu só tinha 2 anos de idade, um trabalho da escola da Luiza em que ela escreveu "BaBai Di Amo", uma carta da Fernanda que é praticamente letra de música, dentre outras coisas espetaculares, mas essa sua foi a melhor homenagem que eu poderia receber.

Obrigado mesmo, do fundo do coração.

Elga Arantes disse...

Michelle,

Isso é muito bom!

Claro que não podemos perder essa opoortunidade. Nos conhecermos todas ao mesmo tempo!

Vou te mandar um email, sim.

E vamos esperar contato da Patricia.

Tem tb uma outra querida, a Karen, de S.P. que convidei p que viesse aqui. Ela tem uma historia linda. Olha, nos links da minha pagina. "De: Valentina".

Bjos.

Karen disse...

Ai eu adoraria ir mas um amigo meu de infância que mora em Floripa estará aqui e faremos a reunião anual do colégio! Ahhhh, que pena, quero ir. Bom, fico ate setembro sem trabalhar, vou me programar para ir antes disso tá??
bjs bjs grandes

Anônimo disse...

seu sorriso é igual em todas as fotos...