quinta-feira, 19 de junho de 2008

Mas eu não! Porque isso eu já te disse olhando nos seus olhos:




Sempre fui meio desconfiada e um pouco alheia a alguns tantos recursos tecnológicos. Ando percebendo que tais virtualidades podem acobertar personalidades estúpidas e criar uma nova categoria de gente (eu disse gente?): o covarde tecnológico, ou, talvez melhor dizendo, o ousado virtual que se esconde por detrás de sua real fraqueza de espírito.

Por Elga Arantes, 2008

3 comentários:

Anônimo disse...

Deliciosamente controverso!

As personalidades estúpidas e os fracos de espírito existem em fartas porções em nossa realidade, sendo facilmente acobertados.

A virtulização é somente mais um passo da nossa biocenose.

Mas.. eu não tenho folego para a sua profundidade... sabe muito bem disso...Assim com a luana prefiro um algoritimo com muitos grafos,

Então.. é tão bom estar oxigenado novamente..São muitas saudades..

A proposito a "Casa das 4 mulheres" é um paraiso..


Geraldo

Elga Arantes disse...

Nossa quantos elogios!
E quanta modéstia. Você tem muito fôlego, vixi!
É uma honra receber um comentário de um homem tão inteligente como você.
Também tenho saudades, Gegê, rs.
Obrigada por aparecer.
Beijos

elga disse...

n�o sabia o significado de "biocenose", mas vc tem raz�o. � s� mais um passo.
um passo pra frente e dois pra tras.
bjos.