terça-feira, 24 de junho de 2008

"Não consigo me mover!"


Ela sabia. Tinha uma quase certeza disfarçada de uma quase esperança. Mas mesmo assim, foi lá e fez.

E como fez bem! Com tanta coragem, com tanta generosidade, com tanta entrega, com tanto respeito! - por ele também. Respeitou seus limites, suas angústias e até seu tempo. Naturalmente, nada incomum.

Ela é assim. Enorme! E talvez por isso procurava um homem a altura. Mas confundiu as grandezas do corpo com as grandezas da alma. Outra vez, nada demais. Nunca pôde mesmo separar as duas coisas. Sua corporeidade era aguçada demais. Seu corpo sempre falou por ela, fosse como protagonista, fosse como coadjuvante.

Mas, paradoxalmente, não era seu corpo assim forte o bastante para impedir que transcendesse de dentro dele o que tinha de melhor e de pior. Então, externava amor, bondade, alegria, ira, lealdade, sabedoria, carência, amizade, amor, segurança, insegurança, solidariedade, amor, sinceridade, amor. E agora, carregava outros intinerantes sentimentos como dor, decepção, solidão, e, porque não, medo.

Não era difícil entender porque ela não conseguia se mover. O medo congela o corpo e aprisiona a alma.

Enquanto não puder, ou não quiser, poderá ficar imóvel aqui, dentro do coração de seus amigos. Sim, ela os tem. Aos montes. E sabe disso, tem certeza. E dessa vez, uma certeza bruta e não vacilante.

Estamos aqui, prontos para ajudá-la a levantar, assim que você desejar; estaremos a postos quando decidir aceitar nossas mãos estendidas para erguê-la.

E gritaremos em coro:

- Anda, Nanda!

Por Elga Arantes, 2008.

5 comentários:

Anônimo disse...

Alguma coisa se moveu em mim...
Um pulsar leve
Ou um arrepio de carinho
Lágrimas...
Obrigada, te amo

Patricia disse...

Elga,

Que coisa linda!!!! Essa menina Nanda deve ser realmente muito especial. Tomara que ela se resolva rapido.
Minhas energias pra ela e pra vc para que continue sendo assim tao sensivel.

Beijos,
Paty

Silvia /('.')\ disse...

olá, Elga. obrigado por gostar do meu cantinho, fico feliz que vc goste do escrevo. sim, eu gostaria de te ajudar, vc tem de entrar no www.imeen.com e se cadastrar, depois tem de procurar a musica que vc quer postar e embaixo dela terá um código e você deve marcar a opção auto play e depois copiar o código - embed - e no seu blog em layout - html- colar e salvar. tente assim, se não der certo meu email é aivlisnamor@yahoo.com.br, me fale que eu te ajudo com o que precisar.
adorei o seu cantinho tb, nós mulheres temos um universo rico de sentimentalidades não é mesmo?
bjs :0)

Elga Arantes disse...

A Nanda é especialíssima. E ela sabe disso. Não preciso dizer que ela pode sempre contar comigo.E vc também, Flor.

Silvia, obrigada pela presteza e delicadeza. Sim, nós mulheres somos ricas. De sentimentalidades e outras coisas mais. A gente vai trocar idéias muitas sobre isso ainda.

Ainda não tentei postar o link conforme me ensinou. Sou bem limitada qdo se trata de tecnologia, mas tenho melhorado, rs. Assim que tiver um tempo maior para quebrar a cabeça vou tentar.

Obrigada a todas...

Beijos.

flavia disse...

Que lindo Elga... vc é realmente uma grande amiga. Depois de ler essas palavras lindas me lembrei de um texto que Clarice Lispector nos deu de presente.
"Uma das coisas que eu aprendi; é que se vive apesar de... Apesar de se come... Apesar de se morre... Apesar de se ama... E muitas vezes é o próprio apesar de que nos empurra para a frente. "

Um beijo grande
Flávia